Buscar
  • Cristiane

Empreendedor de bares e restaurantes / normas importantes da vigilância sanitária.

Normas da vigilância sanitária para restaurantes!

A higiene é um requisito que implica muito nisso. As normas da Vigilância Sanitária para restaurante irão percorrer lado a lado o seu estabelecimento.

É a partir desse tipo de cuidado que você vai evitar qualquer tipo de contaminação cruzada.

Não erre mais e confira agora mesmo algumas regras de higiene recomendadas pelo próprio órgão!

· Conservação dos Alimentos Preparados

– Frios: 5°C ou inferior, com prazo: 5 dias; – Quentes: 60°C ou superior, com prazo: 6 horas.

· Na hora de servir

– As mesas e cadeiras devem estar sempre organizadas e bem limpas;

– Todos os equipamentos precisam estar conservados, limpos e funcionando bem;

– A temperatura das estufas, bufês e geladeiras necessitam permanecer reguladas de forma que os alimentos quentes fiquem acima de 60ºC e os alimentos frios abaixo de 5ºC.

– Diminua ao máximo o tempo entre o preparo e a distribuição dos alimentos;

– Os balcões e buffets precisam ser protegidos para os clientes não contaminem os alimentos enquanto se servem;

– Os funcionários responsáveis por servir o alimento devem estar o tempo todo com as mãos lavadas;

– Os funcionários que manipulam o alimento não podem ter contato com dinheiro.

· Transporte de Alimentos

O alimento transportado precisa ser armazenado em vasilhames devidamente fechados;

– Os vasilhames também devem ser identificados com nome, data de preparo e prazo de validade;

Mantenha os alimentos em caixas térmicas durante todo o deslocamento, principalmente se for demorado;

– O veículo deve estar bem limpo.


· Preparo de Alimentos

Lave as mãos antes de fazer o preparo da comida e depois de manipular alimentos crus;

– Todos os alimentos devem ser bem cozidos, com temperatura alta de, no mínimo, 70ºC;

– Deixe alimentos crus longe de alimentos cozidos;

Lave os utensílios de preparo de alimentos crus antes de usá-los em alimentos cozidos;

Faça troca de óleo regularmente;

Não deixe alimentos congelados e refrigerados por muito tempo fora do freezer ou geladeira;

Identifique os alimentos preparados e armazenados na geladeira ou no freezer com nome, data de preparo e prazo de validade;

Não descongele alimentos à temperatura ambiente. Use um microondas para isso.

· Ingredientes

– Adquira seus ingredientes limpos, organizados e confiáveis;

– Procure armazenar primeiro os produtos congelados e refrigerados e por último os não-perecíveis;

– O armazenamento deve ser limpo, organizado, ventilado e protegido de insetos ou qualquer outro animal;

– Não use ou compre produtos com embalagens amassadas, estufadas, enferrujadas, trincadas, furadas ou com vazamentos, rasgadas, abertas ou com defeito;

Limpe todas as embalagens antes de usá-las;

· Manipulador de Alimentos

– Todos os aparelhos devem estar limpos e higienizados;

– Os cabelos precisam ficar presos e cobertos. Não pode usar barbas;

– O uniforme pode ser usado somente na área de preparo dos alimentos;

– Diariamente deve ser feito a troca de uniforme;

Não use brincos, pulseiras, anéis, colares, relógio ou maquiagem;

Lave as mãos antes e depois de preparar os alimentos;

– As unhas precisam ser curtas e sem esmalte;

Não pode fumar, comer, tossir, espirrar, cantar, assoviar, falar demais ou mexer em dinheiro no preparo de alimentos;

Não manipule alimentos se estiver doente ou com cortes e feridas;

Realize exames de saúde frequentemente.

– Os ingredientes que não forem usados até o fim devem ser armazenados em recipientes limpos e identificados com nome, data da retirada da embalagem original e prazo de validade após a abertura.

· Cuidados com o Lixo

– A cozinha precisam ter lixeiras com tampa e pedal;

– É necessário que o lixo seja retirado para fora da área de preparo de alimentos em sacos bem fechados;

– Após o manuseio do lixo, é preciso higienizar bem as mãos.


· Cuidados com a Água

– O abastecimento do restaurante, bar ou lanchonete, deve ser feito com água corrente tratada;

– É preciso fazer uma análise da água a cada 6 meses, caso ela seja fornecida de poços artesianos;

– A caixa d’água deve se manter conservada, tampada, sem rachaduras, vazamentos, infiltrações e descascamentos;

– A cada 6 meses a caixa d’água precisa ser desinfetada e lavada.

· Banheiro

– Banheiros e vestuários precisam ficar longes de onde os alimentos são preparados;

– Devem se manter limpos e organizados;

Anti-séptico, papel higiênico, sabonete, papel toalha e lixeiras com tampa e pedal, não podem faltar.

· Área de trabalho

– As lâmpadas precisam estar protegidas para eventuais quebras;

– Boa ventilação e iluminação;

– Conserve as mesas e as bancadas;

– Deixe tudo limpo e organizado;

– Impeça a entrada de insetos;

– Mantenha as caixas de gorduras e de esgoto longe da cozinha;

– Na área de preparo, a pia para higienização precisa ser a mesma para a lavagem dos recipientes;

– Nunca guarde produtos de limpeza com os alimentos;

– O restaurante deve conter uma rede de esgoto ou uma fossa séptica;

– Quando necessário aplique venenos, mas contrate empresas especializadas nisso.

Bibiografia:

http://portal.anvisa.gov.br/documents/33916/388704/RESOLU%25C3%2587%25C3%2583O-RDC%2BN%2B216%2BDE%2B15%2BDE%2BSETEMBRO%2BDE%2B2004.pdf/23701496-925d-4d4d-99aa-9d479b316c4b


38 visualizações

Tel.: 11- 5976-2889 / 95290-0298

São Paulo - SP, Brasil

©2018 by CRIS SANTOS ASSESSORIA EM LEGALIZAÇÕES DE IMOVEIS Proudly created with Wix.com